Educação financeira para crianças: ensinando noções básicas de finanças para crianças em idade pré-escolar e escolar | FindMyKids Blog
Fechar
Novo
Criação
Aparelhos
Histórias
Popular
fb
0
fb
0
Educação

Conversando sobre dinheiro com seu filho: como ensinar educação financeira para uma criança

Todo pai deseja ver seu filho feliz e bem-sucedido na vida. Mas será que você está fazendo o melhor para que isso aconteça? Afinal, nossos filhos terão que viver em um mundo onde o conhecimento é um fator importante na tomada de decisão. Será que seus filhos sabem o suficiente sobre o mundo das finanças? Eles sabem como lidar e proteger o dinheiro de forma eficiente?

Este artigo trata do tema da educação financeira para crianças. Nele, você aprenderá como familiarizar seu filho, ainda em idade pré-escolar, com o mundo das finanças, quais conceitos de economia uma criança deve conhecer e também receberá vários materiais úteis sobre educação financeira.

Conteúdos:

O que significa ter “inteligência financeira”?

O termo “alfabetização financeira” remete a aquisição do conhecimento e das habilidades que alguém deve ter para tomar decisões financeiras conscientes, bem como para alcançar a liberdade financeira.

Uma pessoa que tem educação e consciência financeira é aquela que:

  • sabe administrar seu patrimônio, preservá-lo e multiplicá-lo;
  • mantém um controle eficiente de suas receitas e despesas;
  • compreende e contorna a situação econômica do país;
  • é capaz de reconhecer sinais de fraude financeira;
  • cumpre suas obrigações como contribuinte;
  • conhece os serviços bancários.

Por muito tempo, considerou-se que apenas os profissionais no ramo financeiro e os bancários deveriam ter conhecimentos de finanças. No entanto, de acordo com os resultados de um estudo da OCDE, embora 67% dos entrevistados de diferentes países admitam planejar seus gastos com cuidado, apenas 49% faz algum tipo de planejamento financeiro. Além disso, cerca de 4%, em média, já foi alvo de uma fraude, chegando este percentual a 22% em alguns casos. Todos esses indicadores demonstram que a população atual possui pouco ou nenhum conhecimento ou habilidade financeira.

Portanto, atualmente, há um grande incentivo ao desenvolvimento de uma educação financeira entre a população adulta e também entre a geração mais jovem. É fácil encontrar publicações destinadas ao público infantil, além de jogos e aplicativos que ensinam os princípios básicos da educação financeira. Cresceram também os sites e cursos online sobre gestão de finanças pessoais, ficando cada vez mais nítida a intenção de educar melhor os adultos.

Educação financeira para crianças

Por que ela é importante?

O mundo das finanças parece distante para uma criança, mas apenas à primeira vista. Na verdade, os filhos são muito afetados pelas escolhas financeiras da família e seus reflexos são percebidos quando vão a uma loja com os pais, assistem a anúncios na TV ou recebem dinheiro de presente dos avós.

Portanto, é importante ensinar mais às crianças sobre como lidar com o dinheiro, o que já é possível ser feito a partir dos 5 ou 6 anos de idade. Nesta idade, eles começam a adquirir as habilidades de pensamento lógico e apresentam um grande interesse pelo mundo dos adultos.

A educação financeira é construída à medida em que a criança cresce e passa por várias fases da sua vida: sua primeira ida sozinha ao shopping, o pagamento da passagem para a escola, o controle de sua mesada etc.

O que uma criança deve saber?

Agora, vamos falar sobre o que as crianças precisam saber sobre o mundo das finanças. Toda a informação necessária pode ser dividida em 5 grupos principais.

Primeira categoria: conhecimento sobre dinheiro

  • quais tipos de moeda existem;
  • como usar seu dinheiro;
  • como contabilizar o dinheiro;
  • formas inteligentes de gastar dinheiro;
  • a importância de poupar seu dinheiro;
  • formas de proteger seu patrimônio.

Segunda categoria: conhecimento sobre necessidades

  • quais são os tipos de necessidades;
  • necessidades e oportunidades de uma pessoa.

Terceira categoria: conhecimento sobre compra de bens

  • conhecer conceitos como “preço”, “compra” e “oferta”;
  • fatores que afetam os preços dos produtos;
  • como saber se um produto é de boa qualidade.

Quarta categoria: conhecimento sobre trabalho

  • conhecer os tipos de trabalho que existem;
  • entender a diferença entre trabalho e profissão;
  • como medir sua produtividade;
  • estar familiarizado com o conceito de salário;

Quinta categoria: conhecimento sobre orçamento

  • o que é orçamento e como montar o seu;
  • acompanhar as despesas e receitas da família;
  • conhecer sobre fontes de renda;
  • aprender a viver dentro do orçamento familiar.

Essas informações ajudarão seu filho a conhecer os principais termos do mundo das finanças e o tornará apto a navegar pelos conceitos econômicos básicos.

Começando a familiarizar seu filho com o mundo das finanças

Os psicólogos aconselham começar a conversar sobre finanças quando a criança passa a ter algum interesse sobre elas. Isso geralmente acontece na idade de 5-6 anos. Você precisa tirar as dúvidas do seu filho tornando o conhecimento acessível a ele.

  • Fale sobre as principais necessidades da família

A criança deve compreender que nem todos os seus desejos são possíveis de serem satisfeitos e que o dinheiro dos pais deve ser usado, principalmente, para atender as necessidades básicas da família.

  • Ao planejar uma ida ao shopping ou ao mercado, faça uma lista junto com seu filho das coisas que precisam comprar

Se seu filho ainda não souber escrever, deixe que faça desenhos. Na loja, oriente-se pela lista e peça a criança para ajudar a escolher os produtos que vão comprar. Isso ocupará a criança e evitará os pedidos de brinquedos ou doces.

  • Ensine seu filho a escolher o produto certo e a prestar atenção à qualidade e ao prazo de validade
  • Converse com a criança sobre as profissões dos membros da família, conte sobre as responsabilidades de cada um em seu trabalho

Se possível, organize uma visita ao local de trabalho dos pais. Explique ao seu filho que todo trabalho é importante e gratificante.

  • Não deixe de lado as coisas ou brinquedos quebrados

Explique que não é possível comprar um carrinho de brinquedo novo sempre que ele quebrar, pois o dinheiro já foi gasto naquele brinquedo. Encontre uma solução junto com seu filho. Vocês podem até buscar formas de consertar o brinquedo que está danificado.

Já que a principal atividade de crianças pequenas é brincar, os fundamentos de uma educação financeira serão aprendidos melhor quando ensinados de forma lúdica.

Os professores sugerem as seguintes brincadeiras para ensinar finanças para as crianças:

1. “Brincar de loja”

A criança e o adulto se revezam nos papéis de vendedor e comprador. Vocês podem usar objetos e fotos de produtos que a criança conheça.

No caso de crianças com menos de 5 anos, é preferível usar embalagens, recortes de revistas ou adesivos como produtos e um dinheiro de brinquedo como forma de pagamento. Já as crianças mais velhas podem “pagar” os bens com moedas ou notas de verdade dadas pelos pais.

2. “Brincar de banco”

O jogo apresenta à criança a estrutura do sistema bancário e às operações bancárias básicas. Antes de brincarem, é legal levar seu filho a um banco de verdade para vê-lo realizar alguma operação.

A criança e o adulto assumem alternadamente as funções de caixa e do cliente que precisa fazer alguma transação, abrir uma conta ou fazer um depósito.

Esses jogos de faz de conta ajudam as crianças a desenvolver o raciocínio e o comportamento correto diante de uma transação financeira além de tornar o ambiente das instituições financeiras mais familiar.

3. “Profissões”

A criança é apresentada a diversas profissões por meio de jogos e atividades no jardim de infância.

Os pais, por sua vez, podem contar sobre o trabalho de cada membro da família e fazer brincadeiras divertidas que reforcem esses conhecimentos.

Você pode oferecer à criança cartões com diversos objetos e ferramentas. Sua tarefa é determinar qual profissão requer cada objeto e em qual atividade ele seria empregado.

4. “Aprendendo a lidar com o dinheiro”

Neste jogo, o adulto mostra as notas e moedas de dinheiro e ensina como a criança deve contá-las corretamente.

Você pode incentivar seu filho a colocar as moedas de menor valor em um cofrinho e, no final do mês, contar quanto foi acumulado.

5. “Passeio à loja”

O objetivo deste jogo é ensinar a criança a distinguir entre os bens essenciais dos supérfluos, bem como a aprender a seguir um orçamento.

Coloque imagens de diversos produtos (pão, leite, bolo, videogame, sabão em pó etc) dispostas sobre a mesa. Cada imagem estará associada a um preço. Não é necessário corresponder ao preço real do item. Se uma criança só sabe contar até 10, as etiquetas de preço não devem exceder esse número.

A criança deve ir à loja criada na mesa e fazer as compras. Ela recebe 10 Reais e deve comprar mantimentos, doces para a irmã mais nova e sabão em pó para a casa. Não será possível gastar mais do que tem de dinheiro e a criança deve priorizar os itens essenciais.

6. “Propagandas”

Este jogo é adequado para um grupo de crianças. Ele desenvolve o raciocínio lógico e as habilidades de comunicação.

Vários produtos são exibidos na “vitrine”. A tarefa do “vendedor” é anunciar o produto, instigando a curiosidade dos “compradores” e tirando suas dúvidas para que queiram comprá-lo imediatamente.

Conceitos básicos de finanças para crianças em idade escolar

Crianças em idade escolar já têm um contato direto com o mundo do dinheiro. Elas começam a pagar seu lanche na cantina e algumas já pagam a passagem do transporte para a escola. Muitas já começam a ganhar mesada nessa idade. Portanto, é uma tarefa importante criar uma boa base para a criança aprender a lidar com o dinheiro:

  • Defina uma quantia de mesada para a criança

Planeje onde e com o quê o dinheiro será usado. Explique que se a criança comprar sorvete com esse dinheiro hoje, ela não terá o suficiente para pagar o lanche amanhã.

  • Converse sobre a importância de guardar o dinheiro com segurança

Explique o que a criança deve fazer caso alguém comece a pedir dinheiro ao seu filho na escola e definam a melhor forma de guardar o dinheiro para não perdê-lo por acaso.

Certifique-se de que ninguém vai ameaçar a segurança do seu filho quando você não estiver com ele. Sempre saiba onde a criança está, ouça o que está acontecendo ao redor e entre em contato rapidamente para oferecer ajuda usando o aplicativo Find My Kids.

  • Para que a criança aprenda a administrar suas finanças pessoais, faça um planejamento financeiro com ela. Isso deve incluir todas as suas receitas e despesas.

Você pode começar a fazer um planejamento mensal , passando para um semestral e depois anual.

  • A criança deve saber que existem algumas coisas que ela nunca deve comprar, mesmo que alguém peça.

Cigarros, álcool e todas as outras substâncias proibidas fazem parte desses itens.

  • Os professores aconselham não dar grandes quantias de dinheiro aos pequenos, pois as crianças nessa idade ainda não têm muita responsabilidade e, muitas vezes, deixam o dinheiro espalhado em qualquer lugar ou à mostra, por exemplo, no bolso aberto de uma mochila.
  • Inclua seu filho no planejamento do orçamento familiar, das compras de casa e das férias. Converse sobre todas as formas de economizar dinheiro e cortar custos.
  • Hoje em dia, os bancos estão investindo em contas kids, como do Banco Itaú, da nextJoy e do Banco Inter.
  • Com a ajuda de um cartão deste tipo, a criança pode pagar suas compras e lanches na cantina sozinha. Dependendo do banco, as transações podem ser controladas pelos pais.
Se você decidir dar à criança seu próprio cartão de débito, certifique-se de que a criança saiba usá-lo com responsabilidade.
  • Não ofereça dinheiro como recompensa pelo seu desempenho escolar. Não adote as relações de mercado em um ambiente onde o amor e a confiança devem reinar.
  • Compre um cofrinho para o seu filho e ensine como economizar para as pequenas coisas que precisa.
  • Incentive o desenvolvimento do pensamento financeiro nas crianças.

Oferece problemas práticos reais, brinque de jogos financeiros e leia histórias educacionais com seu filho. Veja na próxima seção sobre os materiais que o ajudarão com isso.

Materiais úteis para pais e filhos

Os 4 melhores desenhos animados que abordam educação financeira para crianças:

  1. Vila Sésamo: tem episódios que abordam o assunto como “Elmo faz uma escolha”.
  2. Team Umizoomi: trio de super-heróis que resolvem problemas com superpoderes matemáticos.
  3. Eu amo aprender: desenho do Playkids que ensinam vários conceitos de matemática básica.
  4. Turma da Mônica: em uma parceria com a Sicredi, os personagens ensinam as noções básicas de educação financeira em desenhos disponíveis no YouTube.

Os 4 melhores jogos de tabuleiro:

  1. Jogo da Mesada – Nesse jogo da Estrela, você recebe uma mesada e deve administrar suas obrigações financeiras. A criança aprende sobre dívidas e empréstimos de forma bem simples.
  2. Banco Imobiliário – Um jogo de economia que ganhou grande popularidade no século XX e é baseado na compra e venda de imóveis disponíveis no tabuleiro.
  3. Jogo da Vida – Semelhante ao jogo de Banco Imobiliário, em que as crianças decidem se compram ou vendem uma casa, vão para a faculdade e escolhem seu caminho profissional.
  4. Administrando o seu dinheiro – Esse jogo é pouco conhecido, mas é um dos mais simples e interessantes para quem está começando. Nele, os jogadores recebem e gastam dinheiro a depender da casa em que caem no tabuleiro.

Os 5 melhores jogos online:

  1. Money Race 2
  2. Monopoly.
  3. Jogo da Vida
  4. Tá O$$O
  5. GOUMI

6 melhores livros:

  1. “Turma da Keka – Vamos prosperar! Finanças e empreendedorismo para pais e filhos” de Marcos Silvestre
  2. “Como se fosse dinheiro” de Ruth Rocha
  3. “Como conquistar seu próprio dinheiro” de Eliane Jaqueline Metzner
  4. “O Menino do Dinheiro de Reinaldo Azevedo
  5. “Almanaque Maluquinho – Pra que dinheiro?” de Ziraldo
  6. “Como cuidar do seu dinheiro” de Thiago Nigro e Maurício de Souza

Aprender os conceitos básicos de educação financeira é crucial para o desenvolvimento de uma criança. O conhecimento sobre o mundo das finanças ajudará a criar uma mentalidade correta em relação ao dinheiro e ao comportamento econômico razoável.

Получите чек-лист подготовки к школе на свою почту
0
Conversar sobre o artigo
Leia mais
Faça o download gratuito para iOS e Android
iphone-X
Aplicativo móvel «FindMyKids»
Veja a movimentação do seu filho no mapa, ouça o que está acontecendo ao redor do telefone quando você não estiver por perto. Envie um sinal alto quando a criança não ouvir sua ligação.
Faça o download gratuito para iOS e Android
Baixar aplicativo
iphone-X