Dia das crianças 🎁 : quando e onde é celebrado pelo mundo | FindMyKids Blog
Fechar
Novo
Criação
Aparelhos
Histórias
Popular
2
fb vk tw
Link copiado
Dicas parentais

Como o dia das crianças é celebrado em diferentes países: sua história e tradições

2
tw vk fb copy

No Brasil, celebramos o dia das crianças no dia 12 de outubro. Mas você sabia que cerca de um quarto da população mundial celebra o dia das crianças em 1 de junho?

De acordo com dados oficiais da UN, no momento há cerca de 2,6 bilhões de menores de idade no mundo, o que corresponde a cerca de 30% da população. A classificação oficial define esse grupo como “crianças”. No entanto, entre os desafios que confrontam a chamada “geração Z” encontramos muitos que mal podem ser considerados problemas “infantis” – entre eles, a falta de acesso à educação, a iniciação sexual precoce, a violência na família… O dia das crianças serve como um jeito de trazer o foco para os problemas sofridos por crianças no mundo todo.

Conteúdos:

Como esse dia é celebrado no Brasil?

No Brasil, o dia das crianças coincide com uma data de grande importância religiosa: o dia de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil. Na cidade de Aparecida (SP), onde o ícone da Virgem foi encontrado, mais de 1 milhão de devotos se reúne todo ano.

Mas, embora o Brasil seja um país predominantemente católico, o dia das crianças é de longe o evento de mais destaque. Crianças recebem presentes de pais e parentes, e nas escolas são realizados eventos ou exposições que comemoram o mundo infantil.

A história do dia das crianças

A celebração do dia das crianças tem sua origem em um serviço religioso realizado em 1857, nos Estados Unidos, e devotado especialmente às crianças. Inicialmente com o nome de “Dia da Rosa”, o segundo domingo de junho passou a ser dedicado às crianças.

No Brasil, a celebração foi instituída por decreto de lei em 1924. A data, no entanto, era outra: o dia 12 de outubro. Tendo sido criado oficialmente, o dia das crianças foi esquecido no nosso país por várias décadas – até 1960!

O que aconteceu então? Pois bem: em 1960, a empresa Johnson & Johnson e a fabricante de brinquedos Estrela organizaram uma campanha em conjunto focando aumentar as vendas de produtos infantis. Para isso, elas aproveitaram justamente o dia das crianças. A campanha foi um sucesso e outras lojas, vendo o potencial de lucro, passaram a dar publicidade para a data. A partir daí, o povo se conscientizou do evento e passou a celebrar o 12 de outubro.

Embora a origem no Brasil seja obviamente comercial, o dia tem uma importância que vai além de brinquedos e presentes: é uma oportunidade de colocar em foco a importância da educação e dos cuidados com as crianças no mundo todo.

Foi exatamente para isso que foi criado o dia internacional das crianças, que acontece em 20 de novembro e cujo lema é “Celebre onde quer que você esteja. Faça algo maravilhoso”. A data serve para relembrar o mundo da importância de aceitarmos, ajudarmos e sermos generosos para com as crianças ao nosso redor.

O dia internacional das crianças é um dos poucos feriados que tem sua própria bandeira. Ela apresenta cinco crianças com as cores vermelho, azul, branco, preto e amarelo. De mãos dadas, as crianças fazem roda em torno de um globo. A imagem se refere à unidade de interesses e necessidades das crianças de todo o mundo. O fundo verde da bandeira simboliza o crescimento e desenvolvimento.

Bandeira do dia internacional das crianças

A declaração dos direitos da criança foi redigida em 1924 e adotada pela ONU em 1959, na forma de recomendação. Três décadas mais tarde, em 1989, a declaração foi seguida pela Convenção sobre os direitos da criança, adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas e promulgada no ano seguinte.

O dia internacional das crianças dá a cada indivíduo uma oportunidade de defender, promover e celebrar os direitos das crianças, gerando iniciativas que ajudam a construir um mundo melhor para as crianças.

Este ano, 2020, é muito especial, já que marca o 30º aniversário da Convenção dos direitos da criança.

Contra o quê devem ser protegidas as crianças?

Todo continente e todo país tem suas ameaças particulares. Assim mesmo, é claro que não há como negar que crianças na Europa, por exemplo, tem problemas totalmente diferentes das crianças nos países mais pobres da África, digamos, ou de certas regiões do Oriente Médio.

Entre os perigos que as crianças sofrem no mundo todo, temos:

  • guerras e conflitos armados;
  • escassez de água e fome;
  • a impossibilidade de receber educação;
  • abusos sexuais;
  • bullying na escola;
  • vício a substâncias ilegais;
  • vício ao uso do computador – vários estudos sugerem que até mesmo certos jogos de computador podem motivar comportamento cruel nas crianças;
  • a destruição de tradições, costumes e modos de comportamento. No Japão, por exemplo, este é um problema muito pronunciado: a entrada de costumes e formas de comportamento ocidentais na cultura japonesa é motivo de preocupação para muitos.

A psique frágil das crianças também sofre de conflitos nas famílias, onde as próprias crianças podem se tornar vítimas de agressão. No Brasil, a violência contra a criança ocorre com muito mais frequência quando mães solteiras encontram novos parceiros. Não raro, esses casos são relacionados ao abuso de álcool ou de drogas. Nessas situações, o papel dos assistentes sociais se torna ainda mais importante, já que eles são necessários para oferecer uma reação oportuna ao abuso doméstico e auxiliar com divórcios, ordens de restrição judicial, etc.

A preservação da saúde psicológica das crianças, tanto quanto a saúde física, é um dos aspectos mais importantes com os quais as instituições educacionais estão lidando hoje em dia. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, 27,1% das crianças entre as idades de 3 e 17 anos são diagnosticadas, nos EUA, com TDAH, depressão, ansiedade ou problemas de comportamento. Embora esses números sejam alarmantes, a boa notícia é que mais de 53% das crianças se recupera graças ao tratamento adequado.

No Brasil, vale notar que a depressão está se tornando mais presente: embora ainda não haja dados estatísticos, estima-se que de 1% a 3% da população infantil sofra dessa condição.

Proteja seus filhos em todas as situações! O aplicativo “Find My Kids” foi projetado especialmente para permitir controle dos pais eficaz, mas não invasivo. Com ele, você garante que o seu filho fique seguro mesmo quando você não estiver por perto. O app pode ser baixado pela AppStore ou GooglePlay.

Quando o dia das crianças é celebrado em outros países?

Todo país tem suas particularidades na comemoração do dia das crianças. Na Rússia, assim como em outros países de herança soviética, a celebração ocorre no dia 1 de junho, que também marca o começo das férias de verão. No México, por outro lado, o dia das crianças é celebrado no dia 30 de abril, em pleno ano escolar. A escola acaba mais cedo nesse dia.

No Chile, o dia das crianças é celebrado duas vezes por ano: na primeira quarta-feira de outubro e no segundo domingo de agosto.

Nos Estados Unidos, a data já mudou várias vezes. Em 1995, o feriado se tornou oficial sob proclamação do presidente Bill Clinton, sendo celebrado no dia 8 de outubro. Já em 2001, o presidente George Bush mudou a data para o segundo domingo de junho. Finalmente, durante a administração de Obama a data foi mudada para 20 de novembro a fim de coincidir com a observação do dia internacional das crianças.

Já na Austrália, por outro lado, foi tomada a decisão de não limitar o país a um só dia de celebração – toda uma semana é dedicada especialmente às crianças! E, se isso parece muito, veja só o caso das Filipinas, onde um mês inteiro é devotado às crianças.

Como é celebrado o dia das crianças?

Nesse dia – ou melhor, nesses dias –, diferentes eventos são realizados para celebrar a infância e as crianças: exibições de arte infantil, concertos de celebração, eventos de caridade e mesas redondas para discussão dedicadas a questões sobre a infância e adolescência.

No Brasil, onde a celebração coincide com o feriado de Nossa Senhora Aparecida, as crianças ganham presentes e doces de pais e parentes. Quando o 12 dia de outubro cai durante a semana, a escola acontece normalmente, mas sempre são realizadas atividades relacionadas.

Na Austrália, durante a semana nacional das crianças, voluntários dedicam atenção especial a crianças que se encontraram em situações difíceis na vida. Há um foco grande em crianças adotadas ou crianças que vivem em internatos especializados. A ideia principal da celebração é dar a cada criança uma oportunidade de desfrutar da sua infância.

No Japão, o dia das crianças é celebrado 3 vezes por ano! A celebração é dividida de acordo com o sexo: o dia 3 de março é o dia das meninas, quando os japoneses decoram suas casas com bonecas e frutas. Já no dia dos meninos, 5 de maio, toda atenção é devotada à cultura samurai.

Finalmente, no dia 15 de novembro os japoneses celebram o “shichi-go-san”, que significa “sete-cinco-três” e é uma comemoração para as crianças de todas as idades e sexos. Por que esses números? Para os japoneses, eles são considerados mágicos, sendo as idades mais felizes da vida da criança. Essa celebração tem uma história de já quase 3 séculos.

Na Suécia, também, existem datas diferentes para celebrar o dia das meninas e o dos meninos. No dia 7 de agosto, os meninos tem sua festa, e no dia 13 de dezembro é vez das meninas. Os meninos geralmente vestem fantasias de lagostas, que são associadas com coragem, e fazem uma apresentação perante o público. As meninas não usam fantasia, mas, seguindo o folclore do país, diz-se que nesse dia elas viram pequenas deusas e praticam boas ações.

O Equador tem a tradição de se distribuir presentes às crianças de menos de 12 anos de idade. Mas nem por isso os pais deixam de mimar um pouquinho as crianças mais velhas no dia 1 de junho.

Na Nova Zelândia, celebrando as crianças Maori, a população do país se foca nos problemas das tribos nativas.

Na Indonésia, ocorrem eventos festivos em todo o país e em mais de 400 centros especializados para ajuda às crianças. O programa “Crianças Dignas” foi lançado no país com o plano de criar uma geração “dourada” até 2045. Tempo é o que não falta para a realização de um objetivo tão louvável!

Na China, o dia 1 de junho é um feriado escolar para crianças e estudantes. Muitos empregadores também deixam seus funcionários tirar o dia de folga a fim celebrar com suas famílias. Museus, cinemas e outras instituições culturais são gratuitos neste dia.

As instituições educacionais organizam concertos para as crianças e distribuem presentes. O interessante é que os pais geralmente não são convidados a esses eventos, porque afinal o feriado é das crianças! Também há uma tradicional feira no dia 1 de junho onde as crianças podem vender produtos ou alimentos feitos em casa. Os fundos acumulados nessas feiras são enviados para famílias de baixa renda, nas áreas pobres do país.

A Alemanha tinha práticas diferentes nas regiões ocidental e oriental, fruto da divisão histórica que o país sofreu durante a Guerra Fria. No dia 1 de junho, na Alemanha Oriental as crianças recebiam doces e brinquedos. Já na parte ocidental, no dia 20 de setembro, havia uma ênfase grande na política e na melhora das condições de vida para pessoas jovens. Após a unificação da Alemanha, o país conseguiu manter ambos os feriados com suas respectivas tradições.

Na Índia, o problema da escolarização é bastante pronunciado. O dia das crianças é comemorado no aniversário do primeiro primeiro ministro do país, Jawaharlal Nehru. Ele acreditava que o futuro da nação depende da assistência social dada às crianças, a qual deve ser do mais alto nível. No dia 14 de novembro, uma série de eventos educacionais, motivacionais e culturais são realizados por todo o país.

Na Rússia, assim como em outros países de herança soviética, o dia 1 de junho marca o começo das férias escolares. Pais, professores e figuras públicas recebem presentes.

As pessoas na Espanha são famosas por seu amor por grandes eventos públicos, especialmente nos parques. As celebrações tendem a ser realizadas ao ar livre e têm entrada gratuita para quem quiser participar e desfrutar de flash mobs e concertos.

No Reino Unido, são organizados programas voltados para a caridade. Embora o dia seja de celebração, ele também é uma oportunidade de que grupos comunitários, famílias, organizações sociais e escolas se valem para gerar uma conscientização maior sobre os problemas que as crianças sofrem.

O dia das crianças é uma oportunidade de abordar questões fundamentais no mundo todo. Por trás dos numerosos eventos está o enorme esforço de comunidades inteiras. Esses esforços incluem a consolidação dos direitos das jovens gerações e sua proteção subsequente, o desenvolvimento de programas de saúde e de medidas preventivas, bem como a redução da criminalidade como um tudo na sociedade.

Nesse dia, é importante lembrar que crianças e jovens podem ter de enfrentar problemas extremamente “adultos”. As crianças devem ter o direito à educação e ao descanso, bem como à liberdade de pensamento e expressão. Esse feriado serve para nos lembrar de que devemos ouvir com maior frequência o que as crianças têm a dizer – sem esquecer que, antes de mais nada, antes de bens materiais, as crianças precisam de carinho e atenção. É importante nos lembrarmos disso, tanto no dia das crianças quanto em todos os outros dias do ano.

2
Комментарии для сайта Cackle
Leia mais

Faça o download gratuito para iOS e Android
iphone-X
Aplicativo móvel «FindMyKids»
Veja a movimentação do seu filho no mapa, ouça o que está acontecendo ao redor do telefone quando você não estiver por perto. Envie um sinal alto quando a criança não ouvir sua ligação.
Faça o download gratuito para iOS e Android
Baixar aplicativo
iphone-X
Assine o blog subscription