Adaptação ao jardim de infância: como preparar a criança e tornar este momento mais fácil | FindMyKids Blog
Fechar
Novo
Criação
Aparelhos
Histórias
Popular
fb
0
fb
0
Dicas parentais

Jardim de infância sem lágrimas – o que os pais devem saber sobre este período de adaptação?

A adaptação da criança ao jardim de infância ainda é um tópico muito discutido e relevante. Diversos pais enfrentam inúmeras dificuldades ao fazer a adaptação de seus filhos a um novo ambiente e não sabem como resolvê-las de forma adequada.

Neste artigo, compartilhamos com pais e mães como se dá a adaptação da criança ao ambiente pré-escolar, no que consiste e quais são suas etapas, além de oferecer dicas que vão ajudar a criança a se adaptar mais rápido a um novo grupo de crianças.

Conteúdos:

O que é a adaptação?

Tente imaginar como é o mundo de uma criança pequena. Seus pais queridos, brinquedos familiares, uma cama quentinha, o ambiente de sua casa e sua própria rotina.

De uma hora para outra, tudo muda. A mãe leva a criança a um lugar desconhecido e a deixa com uma pessoa também desconhecida. Neste lugar, tudo é novo: os brinquedos, a cama e a comida não são iguais aos da sua casa. E o mais importante, é um lugar cheio de crianças desconhecidas que choram e, em alguns casos, algumas que nem são tão amigáveis. Neste local, a criança deve prestar atenção e obedecer a professora. Este é o jardim de infância.

Ao entrar em um ambiente que lhe é desconhecido, a criança passa por um grande estresse e, para se acostumar, é preciso superar um período de adaptação. Este termo sugere o desenvolvimento da habilidade de se adaptar às condições do ambiente externo e de se acostumar com elas.

Durante o período de adaptação, o funcionamento de quase todos os sistemas da criança é modificado.

A adaptação da criança ao jardim de infância se manifesta, em geral, nos seguintes processos:

  • ocorrência de uma regressão em suas habilidades (a criança “esquece” temporariamente como usar o penico, segurar os talheres, etc.);
  • piora no sono e no apetite da criança;
  • a criança parece deprimida, sem energia e lenta;
  • surgimento de acessos de raiva e birras frequentes em qualquer ocasião.

Existem três categorias de crianças. Algumas começam a ter problemas com a adaptação imediatamente, enquanto outras só apresentam sintomas dentro de 2-3 semanas. Existe ainda uma terceira categoria que não enfrenta grandes problemas. Isso está relacionado a uma série de fatores e depende das habilidades de adaptabilidade da criança.

Não tenha medo das mudanças no comportamento de seu filho ou filha. Assim, o corpo da criança aprende a lidar com o estresse e a se adaptar melhor às novas condições.

Tipos de adaptação

Designed by Freepik

Observam-se três tipos de adaptação da criança ao jardim de infância: suave, médio e difícil.

Adaptação suave

A criança que passa por uma adaptação suave leva, em média, de 2 a 4 semanas para se adaptar ao jardim de infância. Este tipo de adaptação tem as seguintes características:

  1. Sono: a criança dorme bem nas sonecas e durante a noite. Ela pode acordar com um pouco mais de frequência, mas não tem grande dificuldade para pegar no sono novamente.
  2. Apetite: bom, mas pode apresentar maior seletividade ao escolher seus alimentos.
  3. Estado emocional: calmo e sem grandes alterações.
  4. Comportamento: sem choros e birras, ela se despede da mãe e brinca com as crianças da classe. A criança é capaz de se entreter durante as brincadeiras.
  5. Interações com os adultos e colegas: a criança interage com professoras e alunos, pede ajuda quando precisa e participa das atividades e brincadeiras coletivas.

Mesmo tendo uma adaptação suave, a criança pode ter alterações de sono e apetite no início.

Adaptação média

A adaptação média geralmente requer mais de um mês para se completar. A criança fica frequentemente doente e sua adaptação ao jardim de infância é mais demorada por causa de suas ausências da escolinha.

Pode-se dizer que a adaptação é de intensidade média quando os seguintes critérios estão presentes:

  1. Sono: a criança não consegue dormir ou tirar sonecas; caso caia no sono, ele é agitado e com muitas interrupções.
  2. Apetite: pode parar de comer a maioria dos alimentos oferecidos, deixar de se aceitar comida ou comer menos em todas as refeições.
  3. Estado emocional: choros frequentes e uma tristeza constante, oscilações de humor são comuns. A criança pode até se distrair com uma brincadeira, mas por pouco tempo.
  4. Comportamento: é difícil para a criança ficar longe de sua mãe. Ela fica sempre encarando a porta ou as janelas após a despedida dos pais.
  5. Interações com os adultos e colegas: a criança não demonstra interesse em interagir com os colegas e está sempre perguntando aos professores quando a mãe vai chegar.

Uma criança com um grau difícil de adaptação pode começar a se adaptar no jardim de infância depois de uns 2 meses ou, em casos raros, pode não se acostumar. Nesse sentido, os médicos recomendam evitar a frequência à pré-escola.

Adaptação difícil

Um processo de adaptação familiar é considerado difícil quando a criança apresenta problemas de saúde.

Os seguintes fatores sugerem que a criança está tendo grande dificuldade em frequentar o jardim de infância:

  1. Sono: a criança não dorme durante o dia. De noite, o sono é irregular, agitado e geralmente interrompido por pesadelos e terror noturno.
  2. Apetite: baixo, pode se recusar totalmente a comer suas refeições.
  3. Estado emocional: reprimido, a criança se torna antissocial e agressiva.
  4. Comportamento: chora e grita quando a mãe está indo embora, não quer interagir com ninguém, pode preferir ficar sentado sozinha no pátio durante os momentos de brincadeira ou não fazer as atividades propostas.
  5. Interações com os adultos e colegas: não interage com ninguém, exibe um comportamento agressivo com as demais crianças e com os professores.

O período de adaptação é considerado finalizado quando todos estes aspectos estiverem normalizados.

Tenha certeza de que a adaptação do seu filho está indo bem ou descubra se ele está com problemas para poder ajudá-lo rapidamente. Use o aplicativo Find my Kids junto com o smartwatch infantil – conecte-se à criança imediatamente, ouça os sons ao seu redor e sempre saiba onde ela está.

As etapas de adaptação a novo ambiente

O processo de adaptação de uma criança ao jardim de infância ocorre em algumas etapas.

Etapa um – período de desajuste. Por mais que os pais preparem a criança para o jardim de infância, a princípio ela vivenciará um estado de estresse e tensão constante. É difícil para uma criança se separar de seus pais, por isso são comuns choros e birras. Ela pode começar a aparecer com resfriados frequentes e repetitivos.

Etapa dois – período de adaptação. Os mecanismos de proteção da criança ficam em standby, ela começa a se comunicar com a professora e com outras crianças, participando de brincadeiras, mas ainda sente falta dos pais e muitas vezes questiona quando eles vão voltar. Nesta fase, a criança está apenas começando a se acostumar com as novas regras, podendo descumprir e se recusar a atender algumas exigências da professora.

Etapa três – fase de compensação. O processo de adaptação chega ao fim, a criança se acostuma com a turma e com os professores, com a rotina de seu novo horário e, calmamente, ela entende que os pais a deixam na escola, mas buscam ao final do dia. Seu estado emocional se torna mais estável e seus indicadores fisiológicos voltam ao normal.

O tempo de cada etapa dependerá totalmente das particularidades de cada criança.

O impacto de diversos fatores na adaptação

Há uma série de fatores que podem impactar no adaptação do seu filho. Vamos apresentar as principais.

1. Idade da criança

A situação atual é que muitas mães precisam colocar seus filhos desde cedo no jardim de infância, pois têm que retornar ao trabalho após a licença maternidade. Portanto, nos últimos anos, a necessidade de uma creche capaz de acolher crianças pequenas cresceu.

A maioria dos especialistas acredita que quanto mais jovem é a criança, mais difícil é a sua adaptação, uma vez que seu sistema imunológico ainda não está forte o suficiente e a necessidade de cuidado e atenção dos pais ainda é grande.

Portanto, a idade ideal para iniciar o jardim de infância é considerada entre 2,5 e 3 anos. Muitos pediatras afirmam que os pais que tiverem com quem deixar seus filhos, devem evitar mandá-los para a creche antes dos dois anos de idade.

2. Estado de Saúde

Como falamos, é difícil se acostumar ao jardim de infância quando as crianças apresentam resfriados frequentes e doenças crônicas.

Portanto, os pais podem considerar adiar o ingresso no jardim de infância e esperar até que o corpo da criança possa se adaptar à pré-escola sem consequências a sua saúde.

3. Estágio do desenvolvimento e habilidades

Ao ingressar no jardim de infância, o ideal é que as crianças já dominem todas as competências e habilidades necessárias: ir ao banheiro, segurar os talheres, beber em copo, vestir e se despir parcialmente, e também ser capaz de pedir ajuda a um adulto.

Se os pais estão acostumados a fazer tudo para os filhos, será difícil eles se acostumarem com a independência. Por isso, o período de adaptação pode ser mais lento.

4. Nível de socialização

No jardim de infância, seu filho entrará em contato com um grande número de crianças e adultos. É bom que já tenham alguma experiência de comunicação. Do contrário, a criança acostumada apenas com os pais terá mais dificuldade em socializar com os colegas e professores.

Além disso, a duração da adaptação depende do professor, do número de crianças na turma, da personalidade da criança e do ambiente familiar.

Como ajudar a criança a se adaptar melhor?

As regras para adaptação bem sucedida

  1. Regra 1. Conheça os funcionários da creche e se familiarize com os horários, rotina e local.
  2. Regra 2. O ideal é que a adaptação da criança ao jardim de infância seja iniciada durante o verão ou em épocas mais quentes para reduzir o número de gripes e resfriados.
  3. Regra 3. Vacinações, exames e consultas médicas devem estar em dia antes da criança ingressar na creche.
  4. Regra 4. No início, seu filho deve ficar na creche por apenas 1 ou 2 horas. Você pode ficar do lado de fora ou dar um rápido passeio por perto.
  5. Regra 5. É necessário aumentar gradualmente o tempo da criança na creche a medida em que ela vai se acostumando, considerando a recomendação dos professores.
  6. Regra 6. Se a criança estiver doente, ela deve permanecer em casa.
  7. Regra 7. Os pais devem avisar a creche sobre o comportamento da criança, como seus hábitos e preferências.
  8. Regra 8. Ao buscar seu filho, pergunte a professora como ele passou o dia.

Se os pais seguirem essas regras, eles vão facilitar muito a adaptação dos filhos no jardim de infância.

Dicas de um psicólogo

  • Você deve preparar a criança para a creche.

Mostre o prédio da escolinha para a criança e aponte a janela onde será sua sala de aula e o parquinho. Conheça os professores. É legal ensinar os nomes dos professores e funcionários antes do primeiro dia. Alerte seu filho para o fato de que todos os pais buscam seus filhos na hora da saída e que ninguém fica durante a noite na escola.

  • Quanto mais a criança souber sobre o funcionamento da creche, mais fácil será para ela o período de adaptação.

Os psicólogos costumam sugerir as dramatizações de situações comuns na creche, como “hora do lanche”, “hora do recreio” ou “hora de dormir”. Essa prática torna familiar a rotina na creche e permite que a criança se acostume com essas situações ainda no conforto de sua casa.

  • A capacidade da criança de se adaptar com sucesso dependerá em grande parte dos seus pais.

Quanto mais calmos os pais estiverem com o fato de a criança começar a frequentar a pré-escola, mais confiante ela se sentirá em um ambiente desconhecido.

  • Não deixe de estimular a autonomia na criança. Tente dar mais independência ao seu filho, mesmo que ele ainda não saiba fazer tudo perfeitamente.
  • Preste atenção no desenvolvimento das habilidades comunicativas do seu filho.

A criança deve saber se comunicar não apenas com outras crianças, mas também com adultos. Estimule sua comunicação ao visitar seus amigos, no parquinho e em visitas aos seus parentes.

  • A comida de casa, assim como o cardápio alimentar, deve ser o mais próximo possível daquele oferecido na creche. Mesmo durante fins de semana e datas festivas.
  • Seja simpático e educado com os professores do jardim de infância. Afinal, essas são as pessoas em quem você confia os cuidados do seu filho, que é a pessoa mais valiosa em sua vida.
  • Durante o período de adaptação, a criança não deve estar submetida a nenhum estresse adicional, como mudança de casa, divórcio dos pais ou o nascimento de um segundo filho. Faça o seu melhor para garantir um ambiente familiar leve e descontraído.
  • Fique mais tranquilo com as doenças bobas. Elas vão aparecer com frequência depois que seu filho entrar no jardim de infância.

Durante o período de adaptação, a criança pode apresentar uma sensibilidade maior a todas as influências externas. Além disso, seu corpo nem sempre consegue lidar com o estresse mental ao qual está submetida pelo novo ambiente. A doença é um mecanismo de proteção do corpo, tanto para crianças quanto para adultos. Uma criança doente deve permanecer em casa em um ambiente que lhe é familiar. Isso continua até que ela se sinta segura e confortável, não apenas em casa, mas também na creche.

  • Existem alguns contos de fadas e histórias especiais que ajudam a criança na adaptação ao jardim de infância. Leia para seu filho e converse com ele. Também será útil assistir desenhos animados, ver ilustrações e fotos dos pais felizes no jardim de infância.
  • Não se esqueça que após uma longa pausa (por exemplo, em razão de uma doença), o processo de adaptação da criança deve recomeçar do zero. Isso significa que problemas como a dificuldade de separação da mãe, choros, birras e a falta de vontade de ir para creche voltarão.
  • Utilize as tecnologias modernas para ficar mais tranquilo e saber como seu filho está em um novo ambiente, se não está sendo intimidada pelos colegas e se os professores estão sendo carinhosos com ele. Adquira um relógio GPS para o seu filho (estão disponíveis até para crianças menores) e instale o aplicativo “Find my Kids” em seu smartphone. Com este kit, você será capaz de ficar em contato com seu filho e ouvir o que está acontecendo ao seu redor na creche quando você não estiver por perto.
  • Se você ficar preocupado com as mudanças no comportamento de seu filho durante o período de adaptação, procure a ajuda de um psicólogo.

O que não é recomendado durante a fase de adaptação?

  1. Ficar em um local que a criança consiga te ver.
  2. Sair de repente, sem dizer adeus à criança.
  3. Repreender e punir a criança por não querer ir para a creche.
  4. Deixar a criança o dia inteiro no jardim de infância após um longo período ausente.
  5. Falar mal dos professores e da escola.
  6. Ser desonesto com a criança: dizer que irá pegá-la logo, se ela vai ficar o dia inteiro na escola.
  7. Trazer uma criança doente para o jardim de infância.
  8. “Subornar” a criança com doces e brinquedos em troca da ida ao jardim de infância.

Qual é a melhor forma de sair após deixar a criança na creche?

Para que a criança seja capaz de ficar bem longe de você e interagir com os colegas com facilidade, siga as recomendações abaixo:

  • prepare seu filho com antecedência para a ideia de que ele precisará ir ao jardim de infância todos os dias enquanto a mamãe e o papai trabalham;
  • no caminho para o jardim de infância, diga ao seu filho como ele terá um dia legal, com brincadeiras divertidas, que a comida da creche é deliciosa etc;
  • invente seu próprio ritual para se despedir da criança. Pode ser um beijo na bochecha, toque de mãos ou uma frase carinhosa. O principal é sempre fazer o combinado na hora de se despedir de seu filho, não apenas no jardim de infância, mas também em casa;
  • permita que seu filho leve seu brinquedo favorito com ele. Na ausência da mãe, ele ficará muito mais calmo se estiver com algo querido e familiar por perto;
  • controle suas emoções. Todas as suas preocupações e medos certamente serão transmitidos à criança;
  • deixe claro para a criança quando você voltará: à tarde, após o cochilo ou à noite, para que ela não crie falsas expectativas.

Caros pais, não se esqueçam que a chave para uma adaptação bem-sucedida ao jardim de infância é a preparação correta, que funciona como uma alfabetização psicológica dos pais, além de uma atmosfera de conforto e bem-estar emocional dentro da família.

2
Получите чек-лист подготовки к школе на свою почту
0
Conversar sobre o artigo
Leia mais
Faça o download gratuito para iOS e Android
iphone-X
Aplicativo móvel «FindMyKids»
Veja a movimentação do seu filho no mapa, ouça o que está acontecendo ao redor do telefone quando você não estiver por perto. Envie um sinal alto quando a criança não ouvir sua ligação.
Faça o download gratuito para iOS e Android
Baixar aplicativo
iphone-X