Bebês com 1 mês: os marcos do desenvolvimento físico e psicológico no primeiro mês de vida | FindMyKids Blog
Fechar
Novo
Criação
Aparelhos
Histórias
Popular
fb
0
fb
0
Dicas parentais

Bebês com 1 mês: o conhecimento e as habilidades necessárias para esta idade

O primeiro mês de vida de um bebê é um marco importante tanto para os pais como para a criança. Recém-nascidos estão se ambientando ao mundo e os pais estão aprendendo a cuidar do mais novo membro da família. Diante da realidade de ter que se adaptar a uma nova rotina, muitos pais se preocupam com os marcos do desenvolvimento da criança. Isso inclui dúvidas sobre o crescimento adequado do bebê e se ele apresenta uma boa saúde.

Neste artigo, reunimos as principais preocupações dos pais de recém-nascidos durante este momento tão desafiador, mas também maravilhoso.

Conteúdos:

Desenvolvimento físico

É importante lembrar que os bebês prematuros podem não apresentar as mesmas etapas de desenvolvimento e isso é normal. Eventualmente, eles vão alcançar essas etapas e seguir seu desenvolvimento natural. Como regra, os bebês prematuros necessitam de um mês a mais para alcançar as etapas que um bebê nascido a termo.

Altura e Peso

Não fique assustado se o seu filho perder peso nos primeiros dias de nascido. As crianças nascem com um excesso de fluidos no corpo e, geralmente, perdem cerca de 10% do peso que tinham no nascimento. Em seguida, eles começam a recuperar o peso perdido e mantêm seu crescimento. Em média, no espaço de 1 mês, o bebê ganha cerca de 600 gramas e cresce 3 cm. De acordo com a OMS, o peso médio de um bebê é influenciado pelo sexo da criança.

Peso e altura média de um bebê de 1 mês de idade:

Meninos Meninas
Peso, kg Comprimento, cm Peso, kg Comprimento, cm
Idade Média Padrão Média Padrão Média Padrão Média Padrão
Recém-nascidos  3,300 2,800-3,800 49,5 48-51 3,500 3,000-4,000 50,4 48-52
1 mês 4,100 3,500-4,600 53,5 51-56 4,300 3,600-5,000 54,5 52-57

O que importa não é o peso que a criança tinha ao nascer, mas o quanto de peso ela vem ganhando desde o dia em que nasceu.

Não se assuste caso seu bebê esteja um pouco abaixo ou acima do peso. O mais importante é que ele cresça e ganhe peso de forma saudável. Este crescimento deve ser acompanhado pelo pediatra, portanto evite usar balanças caseiras já que elas podem ser imprecisas. Além disso, um especialista é capaz de observar outros indicadores importantes, como a circunferência do tórax e da cabeça do bebê.

Medida média da circunferência da cabeça e tórax dos bebês:

Idade da criança  Circunferência da cabeça, cm  Circunferência do tórax, cm
Recém-nascidos  33-36 32-36
1 mês  35-38 33-38

Atividades físicas para bebês de 1 mês

O bebê nasce com vários reflexos naturais e incondicionados. Alguns desaparecem com o tempo, já outros são a base da formação de novos movimentos. No primeiro mês de vida, os bebês são mais parados e os movimentos dos braços e pernas são descoordenados. Outro ponto interessante é que os recém-nascidos apresentam mais força nos braços do que nas pernas.

Um bebê de 1 mês, forte e saudável, costuma apresentar os seguintes reflexos:

  1. Sucção. Este reflexo permite a amamentação.
  2. Proteção. Quando deitado de barriga para baixo, o bebê levanta e vira sua cabeça para o lado.
  3. Segurar com as mãos. Se um adulto colocar seu dedo na palma da mão do bebê, ele já é capaz de apertá-lo.
  4. Apoio. Se o bebê é colocado sobre uma superfície, ele apoia seus pés no chão, mas ainda sem qualquer firmeza.
  5. Engatinhar. Quando deitado de barriga para baixo, o bebê faz movimentos com braços e pernas que são tentativas de engatinhar.

Importante! Ainda que o bebê já consiga sustentar sua cabeça, o pescoço de um recém-nascido ainda não é forte o suficiente para isso. Portanto, é muito importante colocar sua mão atrás da cabeça do bebê dando suporte sempre que for pegá-lo no colo.

Rotina de sono do bebê

O parto é cansativo tanto para mãe quanto para o bebê. Os pais de crianças que não apresentam alterações no sono costumam pensar que dormir é algo que os bebês fazem naturalmente. Isso é, em parte, verdade, já que os recém-nascidos dormem em torno de 15 a 16 horas por dia.

No entanto, nem todos os bebês conseguem pegar no sono sozinhos. Uma criança cansada e superestimulada precisa da ajuda dos pais para dormir. É claro que é impossível ensinar a um bebê de 1 mês uma rotina, por isso é super importante que os pais busquem manter uma rotina definida que vai tornar a vida mais fácil. Por exemplo, manter a regra de dormir / mamar / brincar pode funcionar para a maioria dos bebês e, com o tempo, você verá que essas atividades vão se tornar uma rotina para toda a família.

Sentimentos e emoções

Visão: Qual é a capacidade visual de um bebê de 1 mês?

Uma das características normais da visão dos bebês é a visão turva (embaçada). O bebê é capaz de ver objetos e pessoas com clareza a uma distância de 20 a 30 cm, o que significa que ele consegue enxergar o rosto da mãe quando está mamando. Os bebês preferem objetos com muito contraste de cores, já que são mais fáceis de vê-los. No entanto, isso não significa que você deva decorar seu quarto em tons de preto e branco.

Um bebê de 1 mês já começa a apertar os olhos tentando descobrir qual é a origem de um ponto de luz. Mais adiante, ele começa a demonstrar interesse em outros membros da família e, em dado momento, passa a se interessar mais por brinquedos. Portanto, é legal que os pais tentem se comunicar o máximo possível com os recém-nascidos durante o tempo em que estão acordados.

Se você perceber que seu filho está apertando os olhos como forma de focar a visão, não se preocupe, sua capacidade visual ainda está em desenvolvimento. Porém, caso perceba que esse processo continua por volta dos 3 ou 4 meses, é interessante consultar um especialista.

Audição

A audição de um recém-nascido também não está completamente desenvolvida, mas ele já é capaz de identificar alguns sons, como a voz dos pais, que se torna familiar enquanto ainda está na barriga da mãe. Os bebês também reagem aos sons altos. Caso você perceba que seu filho não está reagindo a nenhum tipo de som, informe seu pediatra.

Paladar e olfato

Nesta idade, os bebês, como todas as crianças, preferem um gosto mais adocicado, por isso adoram o leite materno. Caso a mãe coma algum alimento mais apimentado ou azedo, a criança pode chorar pela alteração no gosto do leite. Os recém-nascidos têm um olfato bem apurado. Eles preferem aromas doces e são capazes de sentir o cheiro do leite da mãe já nos primeiros dias de vida.

Alimentação

Com que frequência um bebê de 1 mês deve ser alimentado?

Em seu primeiro mês de vida, um bebê que é amamentado no peito pode mamar entre 8 e 12 vezes ao dia (aproximadamente uma vez a cada 3 ou 4 horas). Já os bebês que tomam fórmula na mamadeira vão precisar de 6 a 8 mamadeiras. Alguns pais deixam que seus bebês se alimentem quando sentem vontade. Neste caso, quando o bebê estiver com fome, você saberá: ele vai começar a chorar e buscar o peito da mãe ou a mamadeira.

Como o bebê de 1 mês deve ser alimentado?

Ao contrário do que alguns ainda dizem, os bebês não devem ser alimentados com nada além de leite materno, fórmula ou a combinação desses dois alimentos. O sistema digestivo do bebê ainda não está preparado para digerir outros tipos de comida.

Preciso dar água para o bebê?

A maioria dos médicos recomenda que se ofereça água aos bebês apenas a partir do sexto mês. A criança saudável recebe todos os nutrientes que precisa, na quantidade que precisa, no leite materno ou na fórmula.

Desenvolvimento emocional

A formação de um vínculo emocional com outras pessoas, em especial com a mãe, é fundamental para o recém-nascido. Neste período, o conhecimento do desenvolvimento psicológico da criança é importante. Ao completar 1 mês de vida, seu bebê já deve ser capaz de:

  • fixar o olhar e acompanhar objetos se mexendo por um pequeno espaço de tempo;
  • focar a visão em objetos parados;
  • estremecer em resposta a um som agudo;
  • escutar a voz de um adulto;
  • sorrir de volta;
  • olhar em direção a um foco de luz;
  • fazer os primeiros sons.

Os primeiros sons de um recém-nascido parecem grunhidos e funcionam como uma preparação para seus primeiros sussurros. Ainda assim, nesta fase da vida, os bebês têm uma forma de comunicação clássica: o choro. Esta é a única maneira deles expressarem que estão com fome, precisam trocar a fralda, estão com sono ou que sentem alguma dor. Os pais rapidamente aprendem a conhecer cada choro do bebê e o que ele significa, buscando maneiras de acalmá-lo.

É nesse momento, ao redor do 1º mês, que o bebê começa a sorrir. Se ainda não aconteceu com seu filho, pode esperar um adorável sorriso em breve.

Dicas de um médico

Hoje em dia, inúmeros pediatras lutam para acabar com os estereótipos difundidos quanto aos cuidados com um recém-nascido. O mais importante é confiar em si mesmo e no bom-senso e cortar os conselhos de terceiros, especialmente aqueles que nem filhos têm. Abaixo, selecionamos 3 dicas sobre os cuidados de recém-nascidos.

Cordão umbilical

O que os pais devem fazer é deixar secar o que restou do cordão umbilical na barriga do bebê. Para isso, é importante deixar a barriga do bebê ventilada e sem roupas em excesso quando estiver em casa. Não há necessidade de nenhum cuidado específico.

Embrulhar o bebê

Este não é um processo natural, segundo os médicos. Nenhuma outra espécie, além dos seres humanos, embrulha seu bebê recém-nascido em mantas, panos ou outros materiais. Essa prática limita os movimentos da criança. Os médicos aconselham a vesti-lo com roupas confortáveis, mas não se opõem a deixá-lo sem roupas caso a temperatura esteja adequada e não haja vento.

Fraldas

As fraldas existem para facilitar a vida dos pais e dos próprios bebês. Há quem diga que as fraldas podem ser prejudiciais, mas a menos que seu filho tenha alguma sensibilidade, esse discurso não passa de mera ficção.

Problemas comuns e suas soluções. Quando os pais devem se preocupar e quando devem ficar tranquilos?

Em geral, quando os pais começam a se preocupar com um determinado problema e falam com amigos ou buscam no Google, o problema já está quase se resolvendo sozinho. Ainda assim, é preciso se preparar para algumas surpresas, mantendo a calma e seguindo o bom-senso.

Abaixo reunimos uma lista de problemas comuns que os pais costumam enfrentar com seus filhos recém-nascidos durante o primeiro mês de vida:

Constipação

A frequência das fezes dos bebês depende do seu tipo de alimentação. Os bebês que tomam fórmula costumam evacuar duas vezes ao dia, enquanto que os bebês amamentados no peito podem evacuar muito mais, em alguns casos chegando a 10 vezes em um só dia. Nesse caso, é possível que a criança fique alguns dias sem evacuar.

Este problema é fácil de ser percebido: se a barriga do bebê parece inchada e dura, as fezes podem estar endurecidas e o processo de evacuação estar mais lento. Neste caso, a criança apresenta um caso de constipação ou prisão de ventre.

Para tratar deste problema, é importante determinar o que está causando a prisão de ventre na criança. Eis algumas possíveis razões:

  • desidratação (especialmente no calor, em épocas de menor umidade no ar);
  • alimentação da mãe que está amamentando ou uso de uma fórmula inadequada ao bebê;
  • problemas gastrointestinais;
  • raquitismo e hipotireoidismo (falta de vitaminas e minerais também podem ocasionar a constipação nos primeiros dias de vida);
  • estresse;
  • gripes e infecções (a febre na mãe também pode causar constipação).

Nariz escorrendo ou congestionado e tosse

O nariz escorrendo e a tosse são questões comuns em bebês. A primeira coisa que os pais devem tentar ajustar é o nível de umidade no ambiente. O que vai te ajudar nisso é manter o quarto do bebê ventilado e, quando necessário, use um umidificador de ambiente. Caso não melhore, procure o pediatra para avaliar se não há alguma infecção ou alergias.

Irritação de pele

Praticamente todos os bebês que usam fraldas apresentam, em algum momento, irritações na pele. A melhor solução é prevenir. Troque a fralda do seu filho a cada 3 horas e sempre que necessário. Se o bebê já está apresentando uma assadura, use pomadas específicas. A maioria das irritações decorrentes da fralda são temporárias e desaparecem rapidamente. Mas seguem algumas dicas para evitar que isso aconteça:

  • mantenha a temperatura da sua casa controlada, ela não deve ficar acima de 22-23°С;
  • experimente trocar a marca da fralda ou dos produtos de higiene que você está usando no bebê;
  • fique atento a rotina de higiene do bebê. Os produtos que você usa devem ser orgânicos, naturais ou específicos para bebês, sem adição de produtos químicos.

Descamação do couro cabeludo

Nos primeiros meses, é comum perceber uma descamação no couro cabeludo do bebê. Você não precisa se preocupar em retirá-lo. Basta usar algum óleo natural, como óleo de argan ou de coco, e escovar suavemente. Ainda que você não faça nada, este é um problema que vai desaparecer sozinho por volta dos 12 meses.

Erupções cutâneas

Diversos pais são pegos de surpresa com pequenas erupções ou saliências na pele do bebê algumas semanas após o nascimento. Isto pode ser resultado de oscilações hormonais. Trata-se de um fenômeno normal e que costuma desaparecer mantendo uma limpeza suave no local, sem uso de pomadas ou cremes. Pequenas “espinhas” não devem ser espremidas para não causar nenhuma infecção.

Dores na barriga e cólicas

Infelizmente, este problema é muito frequente em recém-nascidos. Para resolvê-lo, em primeiro lugar, a mãe que está amamentando deve ficar atenta a sua própria alimentação e evitar todos os alimentos que provocam gases. Caso a criança esteja tomando fórmula, você pode conversar com o pediatra sobre experimentar uma nova marca. Algumas crianças sentem um alívio com compressas e bolsas de água quente na barriga e alguns pais mantém uma rotina de colocar a criança para arrotar após a mamada. Se esses problemas forem muito frequentes, converse com o pediatra. Um profissional é a pessoa mais indicada para avaliar possíveis alergias alimentares ou questões gastrointestinais.

Quando buscar ajuda médica?

Em geral, todos os problemas mencionados acima são questões temporárias e desaparecem sozinhos. Entretanto, existem situações em que sua atenção deve ser redobrada e você deve procurar um médico se perceber que o bebê:

  • está se alimentando pouco ou vagarosamente;
  • não pisca quando diante de um foco de luz forte;
  • não consegue focar em objetos parados ou não acompanha pessoas e coisas em movimento;
  • quase não mexe os braços ou pernas;
  • está calmo demais, não chora e apresenta tremor na mandíbula;
  • não reage aos sons altos.

Como ajudar no desenvolvimento de um bebê de 1 mês de vida: dicas para os pais

O tempo que passa com os pais é muito bom para o bebê. Aqui estão algumas dicas de pequenas coisas que você pode experimentar e que ajudam o seu bebê a crescer mais saudável:

  1. Brinque com o seu filho. É através da brincadeira que o bebê aprende sobre o mundo a sua volta.
  2. Estimule seus músculos: 1 a 5 minutos por dia brincando de barriga para baixo é suficiente para desenvolver um pouco os músculos do bebê (use chocalhos, jogos táteis e mostre imagens com cores com contraste).
  3. Passe segurança ao seu bebê. Mostre ao seu filho que você está ali para satisfazer as suas principais necessidades desde os primeiros dias de sua vida.
  4. Converse com o bebê, experimente cantar músicas e sorrir com frequência.
  5. Faça massagem no corpo do seu filho. Os bebês adoram ser massageados.

Todos sabem que os bebês crescem rápido demais para os pais aproveitarem ao máximo cada fase do seu desenvolvimento. Se estiver tudo bem com a saúde do seu filho, esqueça as listas com os marcos de desenvolvimento. Esteja presente e aproveite cada momento do crescimento do seu filho.

Получите чек-лист подготовки к школе на свою почту
0
Conversar sobre o artigo
Leia mais
Faça o download gratuito para iOS e Android
iphone-X
Aplicativo móvel «FindMyKids»
Veja a movimentação do seu filho no mapa, ouça o que está acontecendo ao redor do telefone quando você não estiver por perto. Envie um sinal alto quando a criança não ouvir sua ligação.
Faça o download gratuito para iOS e Android
Baixar aplicativo
iphone-X